x

Como é que chama o nome disso
Arnaldo Antunes
São Paulo: Publifolha, 2006

É mais que uma antologia. Reúne poemas, ensaios, letras de música e caligrafias, selecionados pelo próprio Arnaldo, acrescidos de um livro inédito de poemas (Nada de DNA) e de uma entrevista com Arthur Nestrovski, Francisco Bosco e José Miguel Wisnik, além de um ensaio introdutório de Antonio Medina Rodrigues.
392 páginas.

Capa e projeto gráfico de Arnaldo Antunes. Imagem da capa: Instalação de Arnaldo Antunes na exposição Arte/Cidade - Cidade sem janelas, 1994.
Edição de Arthur Nestrovski.


ISBN 85-7402-768-5